+
ico-maispiordebom-regrasico-maispiordebom-noticiasico-maispiordebom-duvidasico-maispiordebom-chatico-maispiordebom-descontracaoico-maispiordebom-aulasescolaresico-maispiordebom-receitasico-maispiordebom-celularico-maispiordebom-jogosappsjavaico-maispiordebom-assistirfilmesanimesico-maispiordebom-tutoriaisico-maispiordebom-bibliaico-maispiordebom-protetoresdetelaico-maispiordebom-papeisdeparedeico-maispiordebom-musicasico-maispiordebom-emuladoreseronsico-maispiordebom-nintendoico-maispiordebom-sonyNOME_ICONEico-maispiordebom-jogosflashico-maispiordebom-webdesignerico-maispiordebom-hardwareico-maispiordebom-sistemasoperacionaisico-maispiordebom-downloadico-maispiordebom-cubeecraftico-maispiordebom-espacomulherico-maispiordebom-horoscopoico-maispiordebom-fisioterapiaico-maispiordebom-medicinaico-maispiordebom-esportes

  Por: Will Albuquerque

Will Albuquerque, e sua avó Odália
    Hoje comemora-se o dia da consciência negra, que é dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. Os negros chegaram ao Brasil para trabalhos escravos, e eram leiloados como se fossem objetos, sem condições alguma de saúde e direitos humanos. O dia para tal comemoração foi escolhido por coincidir com o mesmo dia da morte de Zumbi dos Palmares, um grande líder do quilombo dos Palmares, que lutava contra a escravidão submetida naquela época.
     Quando falamos de Afro-brasileiros, é claro que não podemos nos esquecer da Princesa Isabel, uma brasileira corajosa e, acima de tudo, humana, que libertou os negros da escravidão em 1888, com a Lei Áurea. Tal fato foi reconhecido por nosso país e na votação realizada pelo programa ‘’ O maior brasileiro de todos os tempos ‘' do SBT, ela ficou entre os três últimos finalistas.
     O povo negro, de fato, é um povo batalhador e vem cada vez mais conquistando o seu espaço no mercado de trabalho, na mídia, na política, na religião, na justiça e em todos os campos possíveis. Um povo que foi escravizado, que foi e ainda é humilhado por pessoas que se acham superiores por sua cor, mas que mesmo assim nunca desistiu, e tem alegria e motivos para viver.
     E não faltam exemplos para descrever a importância do povo negro atualmente. No Brasil, por exemplo, temos o grande ministro relator do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa, que superou todos os desafios e não precisou da polêmica cota racial para ser um renomado advogado, professor, jurista e magistrado brasileiro, sendo ele o 1° negro eleito presidente do STF, ganhando destaque na mídia por atuação no caso do ‘’mensalão’’ e espaço até no grande jornal americano ‘’The New York Times’’. Outros grandes exemplos são também Joyce Ribeiro, Pixinguinha, Taís Araujo, Tim Maia, Léo Santana, Thalles Roberto, Seu Jorge, Alcione e Glória Maria (um dos maiores nomes do jornalismo brasileiro).
     Já nos Estados Unidos temos exemplos do casal Obama, sendo Barack Obama, o primeiro presidente negro dos Estados Unidos, e Michelle Obama, a primeira dama, que luta contra a obesidade nos Estados Unidos. Uma vitória, já que no ‘’Apartheid’ ’, negros e brancos nem podiam visitar os mesmos locais. Outro exemplo é a grande cantora Whitney Houston, falecida em 2012, e também a cantora Beyoncé, sendo eleita a mulher mais bonita do mundo pela revista ‘’People’’ nesse ano.
     Se depois de tantas lutas pela libertação e pelo espaço na mídia e na sociedade, ainda assim há quem tenha preconceito, o racismo deixa essas pessoas cegas, pois não somos inferiores em nenhum aspecto. Como diz Makota Valdina: 'Não sou descendente de escravos, eu descendo de seres humanos que foram escravizados'.

Deixe o seu comentário:

Poste aqui seu comentario se gostou do post acima!

Topo da pagina.